Utilizar whatsapp para atendimento pode ser uma boa idéia

Segundo a Nielsen em parceria com a Mobile Marketing Association o whatsapp já tem mais de 430 milhões de usuários e isso fez com que empresas utilizassem essa ferramenta para interagir com os clientes de uma forma mais simples e rápida.

Hoje o whatsapp é utilizado no atendimento de muitas empresas e várias outras empresas estão aderindo a essa ferramenta. Um exemplo prático é a Sex shop só Prazer e Cia, um cliente que contratou nosso serviço de criação de site já integrado com whatsapp. Esse recurso recém-descoberto pelas organizações melhora bastante o relacionamento com o cliente além de aumentar a fidelização.

Forma correta de utilizar o whatsapp

Antes de qualquer coisa você deve ter o aplicativo instalado no celular com acesso a internet.

O Whatsapp diferente das redes sociais, possui características muito próprias e exige que o empresário faça uma adaptação de estratégia e conteúdo.

Como qualquer outra ferramenta de marketing existe a forma correta de utilizar e um dos principais cuidados é certificar-se que sempre existirá alguém para ler e responder as mensagens. Também é importante não misturar contatos pessoais e deixar um número exclusivo para o atendimento da empresa.

É muito importante salientar que ao optar por mais essa ferramenta de relacionamento na empresa o empresário deve ter a consciência que clientes que geralmente utilizam outras formas de contato podem migrar fazendo com que sobrecarregue o atendimento pelo whatsapp; por isso é importante se preparar para atender na quantidade e no tempo em que o whatsapp exige.

Horários de atendimento

É muito importante que o horário de atendimento pelo whatsapp seja bem explícito, seja no site ou nas redes sociais, para que o cliente ao entrar em contato saiba que a resposta somente virá no horário exibido e não gerar qualquer reclamação sobre a demora na resposta.

Utilizar whatsapp para atendimento pode ser uma boa idéia
Avalie esta página
2 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *